Era uma vez uma garota. Era uma vez um garoto. Ela tinha 19, ele tinha 18. Ela era goiana. Ele era carioca. Ela sonhava em fazer jornalismo. Ele havia acabado de passar no vestibular para Ciências da Computação. Ela nunca havia saído de Goiás. Ele já conhecia muitos outros estados. Ela falava bolacha. Ele falava biscoito. Ela puxava o R. Ele puxava o S. Eles estavam tão perto, mas, ao mesmo tempo tão longe. Eles eram tão diferentes, até que algo os uniu, o amor incondicional, pelo Autor do Amor.

Ela, apaixonada pelos livros, sonhava em viver um amor como os de contos de fadas, mas, depois de tantas desilusões, achou que príncipe encantado não existia, mas, descobriu que eles existem sim. Mas, o príncipe dela não veio com roupa de gala e muito menos de cavalo, veio de bermuda, camiseta e com um sotaque lindo. 


No começo parecia que não daria em nada. Eram apenas algumas trocas de olhares, mas, não é que um olhar fala mais que mil palavras? Ela não podia acreditar. Aquele menino do sorriso bonito, realmente estava interessado nela? Logo nela? Com tantas outras meninas bonitas, inteligentes, porque ele escolheria ela? Não, era apenas imaginação. 

Depois começou uma série de mensagens. "Andreia, qual é o horário do culto hoje?", "Vai ter ensaio?". Calma Andreia! Não pira. Você é a secretária da igreja. Todos te perguntam isso. Não é nada demais. 

Até que um dia chegou uma mensagem diferente: "Andreia, em qual emissora tu gostaria de trabalhar? Uau! Naquele dia, ele a fez sonhar. O sonho de ser uma jornalista de sucesso já estava praticamente morto no coração daquela menina, mas ler aquilo, a fez sonhar outra vez com um futuro que parecia tão incerto. 

E daquele dia em diante, eles se tornaram melhores amigos. Whatsapp, Facebook, Snapchat. Conversavam todos os dias, todos os minutos, todos os segundos. Ela que nunca dormia tarde, começou a dormir lá pelas 04 horas da manhã. 

Tudo estava indo bem, até que ele confessou estar apaixonado por uma garota. O coração dela quase parou. Com medo da resposta, pensou em não perguntar, mas, não aguentou. Ele pediu para que ela adivinhasse. Depois de dizer o nome de todas as garotas que poderia imaginar, ele veio com um tal de "Não sabe mesmo que é tu?" 

E assim começou a história de amor do casal Dino: Leonam e Andreia. Eles oraram e após receberem a confirmação de Deus, começaram a namorar. E desde então 365 dias se passaram. 365 dias de muito amor e de muita felicidade. 

Meu anjo, durante esse um ano de namoro nós vivemos muitas coisas. Nós construímos lembranças maravilhosas e com certeza, nós teremos muitas histórias para contar para o Davi, para a Lívia e para o Pedro. Quero te agradecer por ter me proporcionado o ano mais feliz de toda a minha vida. Por ter me ensinado a amar, a confiar e a perdoar. Obrigada por me fazer sorrir nos momentos em que eu queria desistir. Obrigada por me fazer entender que eu tenho potencial e que não importa o que as pessoas digam, eu sou capaz de realizar os meus objetivos. Obrigada por me fazer voar. Obrigada por ser o meu príncipe encantado, ou melhor, abençoado. Obrigada por ter sido você, durante todo esse ano. 

Obrigada por não desistir de nós. Você é o melhor presente que Deus me deu!
Eu te amo e para todo o sempre eu vou te amar!

Deixe um comentário